25.11.10

ITÁLIA II - POMPEIA!

Que vibe!! Maravilha ter oportunidades como essa...

Pompeia foi antigamente uma cidade do Império Romano, no sul da Itália na região de Nápoles no território do atual município de Pompeia. A antiga cidade foi destruída durante uma grande erupção do Vulcão Vesúvio em 24 de agosto de 79 d.C.

A erupção do vulcão provocou uma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade, que se manteve oculta por 1600 anos antes de ser reencontrada por acaso.

Cinzas e lama moldaram os corpos das vítimas, permitindo que fossem encontradas do modo exato em que foram atingidas pela erupção do Vesúvio.

Desde então, as escavações proporcionaram um sítio arqueológico extraordinário, que possibilita uma visão detalhada na vida de uma cidade dos tempos da Roma Antiga.

O sítio é patrimônio da humanidade.

Chris tentando se achar no mapa...andamos por todo o sítio.
Olha o Vulcão ao fundo, aliás dá pra sentir o cheiro de enxofre...
As casas eram incríveis...arquitetura greco-romana, as pinturas, colunas...
Que luxo, as banheiras!
Potes de cerâmica para carregar água...
É muito interessante entender o funcionamento da cidade, dos costumes da época, mas é também um exemplo chocante do poder da natureza...tudo pode terminar num piscar de olhos MESMO!

Hoje em dia, injetaram uma espécie de plástico dentro dos corpos que foram moldados pelas cinzas e pela lama para que não se deteriorassem.

É impressionante...
Olha o cachorro se contorcendo...
Dentro do sítio tem um parreiral...NOZZZZZZZZZZZZZZZARI! Afinal é a Itália!!

Logo shows em Milão, entrevista na Radio Populare, Selton e muito mais!!

24.11.10

ITÁLIA I !!

Agradeço a todos que sempre nos acompanham aqui e me desculpem pela demora mais uma vez para atualizar o blog!
Na Itália nós fizemos 4 shows: no sul em Eboli e Cava de' Tirreni e mais ao no norte em Milão e Cantù. Já que teríamos que atravessar o país, fomos conhecendo o que havia de interessante no meio do caminho, quando dava tempo entre um show e outro, claro, mas quase sempre conseguimos nos organizar com esse intuito.

Adianto aos mau humorados que às vezes mandam mensagens desagradáveis que NÃO nos sentiremos culpados em colocar fotos nossas em lugares bacanas, pois afinal estamos trabalhando demais, fizemos 90 shows no exterior só em 2010 e nos damos esse direito vez ou outra, certo?
Fiquei muito emocionada por tocar pela primeira vez na Itália, pois sou parte italiana e nunca tinha tido esse privilégio. O país é lindíssimo mesmo, a comida, a língua, adorei tudo! Olha os castelos na estrada...
Os povos no sul e norte são completamente diferentes.
Em Eboli, uma cidadezinha na província de Salerno, tocamos no Rifrullo e foi excelente, é o lugar onde todas as bandas de fora da Itália tocam (vejam no cartaz acima), muita gente querida
e calorosa.No dia seguinte, tocamos em Cava de' Tirreni, 40 minutos de Eboli.

No Pub Il Moro já tocaram importantes nomes do jazz e nós fizemos um show com um volume um pouco mais baixo pra não assustar o público!
O contratante do show nos deu tratamento vip!! Ficamos no Hotel Victoria, maravilhoso, super antigo... de 1886. Toalhas de linho brancas que eram trocadas a cada saída nossa do quarto e o café da manhã que seria servido mais tarde, foi servido as 5:30 da manhã exclusivamente para nós, já que tínhamos que ir embora correndo em direção a Milão. Pena que não pudemos aproveitar mais esse hotelzinho, mas foi ótimo, dever cumprido e corremos para Pompéia, pois seria a nossa única oportunidade de conhecer a cidade do Vulcão Vesúvio. Em breve falo sobre isso.

22.11.10

CONTRACAPA DA ZERO HORA!

Muito bacana o destaque que o Roger Lerina nos deu na Contracapa do Segundo Caderno da Zero Hora!!

Já que o iTunes só rola no exterior, para quem quiser baixar nosso disco no Brasil, é só clicar aqui.

15.11.10

HAMBURGO - ALEMANHA!

Hamburgo está localizada ao norte da Alemanha, a cidade é um importante centro industrial, seu porto é um dos maiores do mundo e um dos principais da Europa.

Que cara de Alemanha!
O St Pauli, futebol punk!
Foi em meados da década de 1980, que o St. Pauli deixou de ser apenas um time de futebol. Ele se tornou um time cult. O clube tinha a vantagem de estar próximo a Reeperbahn, centro da vida noturna da cidade e de suas "red-lights". Isso foi favorável ao aparecimento de uma cena alternativa, onde os fãs, a maioria com tendências de esquerda, transformavam os jogos em verdadeiros eventos festivos. A bandeira pirata com sua caveira e ossos cruzados, foi adotado como um emblema não-oficial, por sua torcida. O St. Pauli foi o primeiro time a banir oficialmente de seus estádios e torcida, elementos de extrema direita e com comportamento ultra-nacionalistas, bastante comuns na época onde o comportamento "hooligan" inspirava jovens facistas em toda a Europa.
(a bandeira do time na foto abaixo)
Ao ser o primeiro time a banir a extrema-direita de seu estádio, o Millerntor, o Sant Pauli trouxe para suas fileiras nas arquibancadas muitos dos membros ativos da comunidade envolvida com o hardcore, com seu epicentro nos squats da Hafenstrasse, uma rua com quase todos os seus prédios invadidos e habitados por jovens desempregados vivendo do seguro social, ativistas vegetarianos ou vegan, músicos, produtores de shows e artistas.
Isso foi só um "parêntese", pois fiquei curiosa com o fato da bandeira ter uma caveira e acabei me informando a respeito, ok?

O nosso show foi no Hasenschaukel...
...bar muito legal, super conceitual, estiloso, ótimas pessoas, janta vegetariana excelente e o apartamento disponível para a banda hiper simpático e aconchegante!
Aqui em Hamburgo, na cidade onde os Beatles moraram dois anos antes de ficarem famosos mundialmente, fizemos um show bem diferente do que estávamos acostumados: foi o primeiro show da Canja Rave sem bateria!!
Tive que me contentar com uma escaleta e uma panderola! Fiquei preocupada com o resultado, mas pra nossa surpresa deu muito certo!! As pessoas adoraram e confesso que não ter um monte de tralhas pra desmontar depois do show não foi nada ruim...
O Chris aquecendo as mãos no cenário!!

Ok, não tem coisa melhor do que tocar bateria, e de preferência bem alto!!! Mas essa experiência valeu muito, pois nos fez ver que não precisamos ser radicais em relação a "formato" de show para nos divertirmos e termos resultados positivos!

9.11.10

GRONINGEN, EINDHOVEN - HOLANDA!

Na Holanda fizemos shows bem legais com destaque para Groningen e Eindhoven.
A primeira é uma cidadezinha universitária, charmosa, pessoas muito simpáticas e leves! Nos receberam de uma forma muito especial e valorizaram muito o fato de irmos de tão longe para tocar na cidade deles.
Tocamos num bar irlandês, pequeno, o que às vezes pode ser muito mais divertido e rentável do que tocar em lugares grandes. Eles foram muito generosos!
Os donos do bar, a Evy e o Peter fizeram questão de nos receber na casa deles com direito a muita comida caseira. Depois do show, fomos para uma outra festa com eles, depois voltamos para o bar, que já estava fechado e foi aberto só para tomarmos mais uns drinks! Eles de bike e nós a pé, claro, pois ainda não temos nossas próprias bicicletas na Holanda...
Como já falei aqui muitas vezes, umas das coisas mais bacanas dessas turnês são as pessoas, os seres humanos que temos conhecido!
Falando nisso, o querido Roberto Wong que nos deu uma super força na Holanda, nos acompanhou no show de Eindhoven.
Alugamos um carro e fomos de Amsterdam pra lá.
A cidade é mais tecnológica, modernosa...
O Wong fez vários vídeos da viagem e do show...estamos curiosos pra ver a edição de tudo isso!

Aqui alguns trechos dos vídeos do Wong, mas só cenas da passagem de som...uma amostra grátis!

Afinando a guita! Arrumando o palco!
video video video
Arrumando a bateria.

video
Onde ponho a escaleta?